ESCRITOS

PÁSSARO SOLTO

                Para Octávio Machado

Para mim parece que viajastes
e você realmente viajou
viajastes antes
assanhado que és
viajastes para a trascendência
em tua hora
antes que a nossa
preparando nosso terreno
assentando nossos alicerces
nessas terras do infinito ser
sem amarras ser
sem amarras te vejo
pássaro solto e alegre
voando
derramando luz
e esse delicioso amor cúmplice
que sempre derramastes sobre nós
teus amigos
teus irmãos
ouço tua voz
meu irmão
ouço e sinto tua força
você
sempre presente em amor irmão
brincalhão
sacana
e sempre
esperançoso amor
abrangente amor
abrangente e sacana amor
sempre serás para mim
mais uma das traduções do amor.

Maria Haro
São Paulo,19 de julho de 2008


 

 
página inicial | escritos