ESCRITOS

 

como perdemos contato com pessoas que amamos?

por quê?

mágoas bobas

deixamos o tempo rodar e não olhamos a calmaria pós trovão

preguiça de confrontos

certeza de reencontros que virão e tudo acalmarão

e quando não vêm?

e quando o tempo roda demais

e mágoas bobagens preguiças

deixam que a saudade vire névoa

que ao dissipar

não tem mais aquela pessoa para se olhar?

não tem mais o mútuo perdoar

você deixou esse tempo andar muito

andar longe

deixou a pessoa sem saber do seu amor

é uma pena

um desperdício de afeto

perdão minha amiga

perdão por não ter confrontado teu mau tempo

e deixar tanto afeto

ficar numa nuvem longínqua e silenciosa

à espera da chuva que não caiu

 

   Para Lisa Stuart  -  Rio, 16 de fevereiro de 2018


 

página inicial | escritos